The time has come to say goodbye.

Categoria BlogosferaPessoal , 24/maio/2016 , TAGS:

Pois é, esse é um post pra dizer tchau. Mas não se preocupem, vou estar logo ali.

 

Nos últimos anos, eu mudei algumas vezes. Tive o Galeria Aleatória, que não existe mais. O Sabor Baunilha, que logo virou Yes, She Does e que sofreu algumas mudanças até chegar onde está hoje. E agora ele vai acabar.

 

6c0bce91622a3633e2f3d7f8265b6ce46c0bce91622a3633e2f3d7f8265b6ce46c0bce91622a3633e2f3d7f8265b6ce4

 

Eu já pensei em parar, várias vezes. Eu tô nessa blogosfera tem mais ou menos 10 anos e eu parei, várias vezes, mas eu tava pensando em parar mesmo, definitivamente, always and forever. Mas algo sempre me fazia voltar.

 

Esse ano eu comecei super empolgada: projeto atrás de projeto, ideia atrás de ideia, comecei meu canal… E aí veio a empresa, o trabalho, a faculdade… E olha esse blog, há um mês abandonado. A verdade é: tava difícil cuidar de tudo sozinha, mas dessa vez eu não queria parar. E não vou.

 

Algo que vocês não sabem: eu sempre tive muita vergonha de divulgar o blog, principalmente na minha página pessoal, mas alguém sempre me incentivou muito: o Lorram, o barbudo, meu namorado.

 

Durante todo o tempo do nosso namoro, ele sempre me cobrou coisas como: não vai postar hoje? não vai divulgar mais? e os vídeos, cadê? Foi inclusive ele que me deu a ideia de migrar o blog de plataforma, comprar um domínio e pagar uma hospedagem. É ele também que programa os layouts. E é com ele que será minha nova trajetória.

 

Pois é, alguns dias atrás eu mandei pra ele um link do Dele e Dela, e ele me disse que gostaria de ter um blog assim. E eu pensei: por que não? Eu não estou mesmo conseguindo cuidar de tudo sozinha, e ele sempre curtiu muito me ajudar com isso, é perfeito!

 

É por isso que daqui pra frente, vocês não vão mais me encontrar aqui, mas sim no nosso novo cantinho, o Casal das Gerais. Ainda não saiu do forno, mas vocês já podem curtir nossa página aqui no facebook, pra acompanhar tudo desde o primeiro post!

 

O meu conteúdo não vai mudar muito, mas agora também teremos assuntos vindos diretamente do barbudo, e eu espero de coração que cês gostem.

 

No mais, quero agradecer muito a todo mundo que me acompanhou nesse pouco mais de um ano, espero ver vocês por lá.

 

Beijinhos!

 

A saga do quarto – Pt. 1

Categoria Decoração , 20/abr/2016 , TAGS:

Pois é, faço 20 anos semana que vem, há mais de 15 morando na minha casa e agora, finalmente, estou prestes a ter o quarto dos meus sonhos.

 

O quarto dos meus sonhos já foi rosa. Já foi lilás, vermelho, preto. Já teve um guarda roupa gigante, uma cama com dossel, uma penteadeira provençal. O quarto dos meus sonhos hoje é branquinho, tem quase todos os móveis feitos de pallets ou caixotes, algumas luzes de natal e uma cama bem grande.

 

Finalmente, depois de tanto tempo, tudo começou a se ajeitar e o quarto começou a se formar. Ainda falta muito, mas por ser quase tudo DIY acho que vou conseguir logo. Hoje vim mostrar como está e o que pretendo fazer!

 

thumb_IMG_7670_1024

 

thumb_IMG_7671_1024

 

thumb_IMG_7673_1024

 

Esse móvel ficava na sala da minha casa uns anos atrás, mas acabou vindo pro meu quarto. Hoje, deixo nele minha coleção de garrafas, acessórios, perfumes e maquiagens. Finalmente tenho um cantinho pra me maquiar! Maaaaaas, vai mudar. Vou fazer uma penteadeira com pallets e um armário de caixotes para guardar as garrafas.

 

A cadeira veio diretamente da cozinha da minha casa, mas pretendo comprar um outro modelo num topa-tudo mesmo e colocar um daqueles pelegos branquinhos bem lindos. Mal posso esperar!

 

thumb_IMG_7676_1024

 

thumb_IMG_7678_1024

 

thumb_IMG_7680_1024

 

A cômoda é um caso de amor antigo que infelizmente tá meio caído, como dá pra perceber. Ganhei de uma tia-avó quando me mudei pra cá, mas duas gavetas perderam s tampas e ela tá bem acabadinha, mas como tem o tamanho e o número de gavetas ideal, vou levar para o meu sogro (que é marceneiro) fazer uma pequena reforma. O quadro vai sair e pretendo colocar uma TV ali, ou na cômoda mesmo.

 

O armário de caixotes foi feito nesse fim de semana. A ideia inicial era pintar os caixotes de branco, mas a tinta que comprei não pegou. Como eu precisava muito de um armário, colocamos assim mesmo e vou deixar pra pintar quando for pintar o quarto todo. E sim, todas as minhas roupas e sapatos estão aí.

 

 

thumb_IMG_7681_1024

 

thumb_IMG_7682_1024

 

thumb_IMG_7684_1024

 

Essa é a única parede do quarto que não vai ser branquinha, pretendo pintar de cinza ou colocar um papel de parede. As ilustras eu peguei no Pinterest e mandei revelar como foto mesmo, porque ficou mais barato. Elas vão continuar ali e pretendo imprimir mais algumas.

 

Esse “criado mudo” de caixote foi improvisado na hora. Eu tinha o caixote aqui e não estava sendo usado, então só coloquei um jogo de dardos que tinha pra fazer o tampo e ficou pronto. Em cima coloquei um porta retrato com uma foto do meu pai e alguns ursinhos que ganhei dele e outro que ganhei de uma conhecida. O violão vai virar isso e vai pra parede.

 

Pra cama, vou fazer a base de pallets e colocar um colchão de casal, tipo essa.

 

thumb_IMG_7685_1024

 

Nesse criado mudo, costumo deixar um livro, algumas velas e esse quadrinho. Como a cama vai aumentar, vou perder espaço. Vou manter só o outro criado e passar essas coisinhas pra ele, esse vai ser pintado e vou trocar os puxadores: ele vai pra baixo da penteadeira virar um gaveteiro onde vou deixar as makes e acessórios.

 

Bom pessoal, por enquanto é isso! Estou tão feliz com o andamento das coisas, que decidi mostrar pra vocês, mesmo que ainda falte bastante coisa. Mal posso esperar pra que meu cantinho tenha mais a minha cara!

 

PS: a casa toda é pintada com essa tinta vanilla maravilhosa que eu não suporto mais, quero TANTO meu quarto branquinho!!! Eu não sei porque as fotos ficaram com essa qualidade meio estranha, mas acho que deu pra ver tudo assim mesmo. E por último um obrigada gigantesco ao meu barbudo que sofreu pra montar o armário e ainda vai sofrer com todas as outras mudanças em que vai me ajudar, hahaha.

Lá e de volta outra vez

Categoria Pessoal , 18/abr/2016 , TAGS:

Sim, bateu saudade d’O Hobbit hoje. Pra bom entendedor, um título basta.

 

Nos últimos dias muita coisa mudou, como falei aqui no último post. Antes eu tinha muitos planos, hoje não tenho quase nenhum. No momento estou sentada na minha cama, olhando meu quarto, que está bem próximo de ser o que eu quero, e amando isso.

 

Nesse fim de semana montamos (meu namorado montou, eu ajudei) o meu armário de caixotes e fiz meu cantinho-penteadeira. Ainda faltam vários detalhes, mas estou bem feliz com o que tenho até agora e vou mostrar aqui em breve.

 

A ideia do escritório vai entrar em stand-by, até decidirmos se vamos ou não nos mudar, mas, enquanto isso, vamos fazer um pequeno home office no quarto de hóspedes do meu quarto. Claro que também vou mostrar tudo por aqui!

 

Depois de meses em um projeto que tinha tudo pra ser legal mas acabou sendo extremamente cansativo, estamos finalmente terminando e estou super ansiosa pra entregar tudo logo. Temos vários outros projetos legais no caminho, e o melhor: mais tempo pra cuidar do blog.

 

Sempre que começo a postar aqui com frequência, acontece algo e preciso sair por um tempo. Bom, chegou a hora de tentar mudar isso. Por isso, boa semana pra você, eu ainda tenho mais alguns posts pra escrever.

 

hobbit

 

Pra ilustrar, foto velha. Adivinhem? Também não tô fotografando muito, sem ser a trabalho. Espero que isso mude logo.

Times like these

Categoria Pessoal , 13/abr/2016 , TAGS:

Me peguei cantando times like these e soube que tinha que vir aqui e escrever um pouco. Por que guardar tudo aqui dentro quando tenho esse cantinho onde posso colocar tudo pra fora?

 

Não entendo muito bem sobre inferno astral, mas talvez seja isso o que está acontecendo, já que meu aniversário é daqui a 13 dias. Nos últimos dias, minha um turbilhão de coisas tem passado na minha cabeça e ao mesmo tempo que tudo parece super bagunçado, algumas coisas estão muito claras.

 

times like these
 

Nas últimas semanas várias coisas aconteceram. A ideia de montar o escritório e reformar meu quarto, deram lugar a um apartamento novo numa cidade onde sempre sonhei em viver. Não importa se vai ser pequeno, não importa se vou dormir num colchão no chão: desde que quem importa esteja comigo, sei que vai dar tudo certo.

 

Tenho trabalhado bastante e gostando cada dia mais disso. Descobrindo que quero meu futuro no design e na fotografia, mas que o marketing não é a minha coisa preferida (o que tem dificultado um pouco as coisas na faculdade).

 

As vezes me assusto ao pensar que vou fazer 20 anos. Parece muito pouco. Meus planos tem sido sair de casa, me casar, conseguir um emprego melhor… Enquanto vejo minhas amigas procurando o primeiro emprego ou se divertindo sem pensar na fatura do cartão (que não são elas quem pagam).

 

A independência veio cedo pra mim e por mais que eu esteja assustada, tô gostando bastante. Claro, não estou tão presente aqui no blog quanto gostaria, mas aos poucos tudo se ajeita.

 

Finding Carter

Categoria Séries , 09/abr/2016 , TAGS:

Essa sou eu com minhas séries: assisto mais de 20 ao mesmo tempo, mas só venho falar delas por aqui quando já acabaram. Infelizmente, Finding Carter foi cancelada esses dias, e veio ganhar seu lugar aqui no blog.

 

Finding Carter acompanha uma adolescente que parece ter uma vida perfeita ao lado da mãe solteira amorosa e divertida Lori. No entanto, as coisas viram de cabeça para baixo quando ela descobre que Lori a sequestrou quando ela era apenas uma criança.

Agora, Carter precisa voltar para a família que achava que ela havia sumido para sempre. Enquanto se adapta aos novos pais, à irmã gêmea, à nova escola e aos garotos, ela jura que vai encontrar Lori antes que a única mãe que ela conheceu desapareça para sempre.

 

Bom, Finding Carter foi uma série que foi cheia de altos e baixos – talvez mais baixos do que altos, já que foi cancelada após o final da segunda temporada.

 

 

A história de Carter começa super animada, afinal, imagina num certo dia você ir presa por algum motivo não tão sério e acabar descobrindo que sua vida toda é uma mentira? Ela descobre que a mulher que ela pensava ser sua mãe, na verdade a tinha sequestrado quando ela era bem pequena! Então ela é levada para sua nova – e real – família: mãe policial, pai escritor, irmão mais novo e irmã gêmea.

 

É claro que nada disso é fácil de aceitar e Carter passa um bom tempo tentando fugir dessa realidade e voltar para Lori, a mãe que a criou, mas no meio do caminho ela acaba descobrindo coisas não tão legais assim sobre ela.

 

 

É uma história super adolescente, afinal de contas, é da MTV. São muitas festas, amigas, garotos, dramas que muitas vezes já vivemos no nosso dia a dia. Além de acompanhar todo o drama de Carter sobre tentar entender sua identidade, também acompanhamos todas as pessoas ao redor e seus pequenos dramas – a primeira vez, o primeiro beijo, o primeiro porre…

 

Infelizmente a série acabou exagerando e se perdendo um pouco na segunda temporada, provavelmente por isso foi cancelada, mas a primeira temporada é super legal e uma ótima opção pra um fim de semana no tédio. Pode apostar!

5 batons 5 situações

Categoria BelezaVídeos , 07/abr/2016 , TAGS:

Olha olha quem deu as caras no youtube!!!! E com um assunto que quase nunca rolou por aqui: batons.

 


Pois é gente, esse vídeo eu gravei umas 3 semanas atrás mas só agora tive tempo de editar e publicar, a intenção agora é vídeo novo toda quarta feira. Dessa vez o tema escolhido, foi a TAG criada pelo grupo Pixels To Share. Vamos ver se dá certo, né?

 

Pra quem quiser responder a TAG, as perguntinhas são:

 

1 batom coringa pro dia a dia
1 batom de atitude
1 batom pra arrasar na night
1 batom pra conquistar
1 batom pra não errar

 

Pode ser vídeo, post, ou aqui nos comentários mesmo. Me conta!

 

PS: o vídeo não ficou nem de longe como eu queria. Mas ainda é meu terceiro vídeo né? Me dêem mais algumas chances! hahaha

Perfeitos

Categoria Livros , 04/abr/2016 , TAGS:

Bom, o projeto 52 semanas já deu pra ver que não vai rolar, tá uma loucura gente! No começo do ano (ainda de férias) eu tava super feliz com todos os meus projetos, mas agora tô super triste por não conseguir ligar com tudo. Bem, o que importa é que essa correria tem data e hora pra acabar e logo logo vou poder me dedicar tanto quanto quero ao meu amado bloguinho. Enquanto isso não acontece, eu tô com vários livros no meu celular que vou lendo enquanto tô indo pros trabalhos, no trabalho, no almoço, no café… Tô super feliz por estar lendo tanto e com várias resenhas atrasadas pra trazer pra cá. Vamos lá?!

 

 

Tally finalmente é perfeita. Agora seu rosto está lindo, as roupas são maravilhosas e ela é muito popular. Mas por trás de tanta diversão – festas que nunca terminam, luxo e tecnologia, e muita liberdade – há uma incômoda sensação de que algo importante está errado.

Então Tally recebe uma mensagem, vinda do seu passado, que a faz se lembrar qual é o problema na sua vida perfeita. Agora ela precisará esquecer o que sabe ou lutar para sobreviver – as autoridades não pretendem deixar que alguém espalhe esse tipo de informação.

 

Bom, eu já resenhei Feios, o primeiro livro dessa trilogia, e disse o quanto amei a crítica a sociedade que o livro traz. Com Perfeitos, não foi muito diferente. Nesse livro, Tally finalmente virou perfeita, realizando seu sonho antigo, e tudo é muito… Diferente.

 

Tally está de novo com seus antigos amigos Shay e Peris, mas agora tem um novo namorado (?), Zane. Em sua vida de perfeita, tudo parece incrível, até que ela começa a se lembrar de algumas coisas de antes, coisas que ela supostamente não deveria lembrar, e tudo fica muito confuso.

 

Tally e Zane embarcam numa nova aventura que os deixa borbulhantes, para tentar descobrir tudo aquilo que a cidade esconde deles, e mais uma vez o livro faz uma incrível crítica a sociedade de hoje e tudo que pode acontecer conosco no futuro.

 

Como sempre fui muito fã do casal Tally-David, foi meio chato ver todo o romance Tally-Zane, mas o livro em si – e todas as coisas que Tally descobre nele – são incríveis. Recomendo muito a leitura!

 

Título original: Pretties
Autor: Scott Westerfeld
Páginas: 382
Gênero: Distopia
Ano: 2005
Editora: Galera Record
Nota: 5/5

5 inspirações para o quarto

Categoria Decoração , 16/mar/2016 , TAGS:

Oi gente! Enquanto assisto uma aula na janela aqui do lado, decidi escrever esse post. Nem preciso falar como tudo anda corrido por aqui, né? Acontece que vi o vídeo da Nina com o antes do quarto dela, e fiquei com muita vontade de mostrar o que planejo fazer no meu quarto.

 

Já devo ter falado isso aqui várias vezes, mas morro de vontade de reformar o meu quarto – desde sempre. Já mudei algumas coisas que ainda não mostrei por aqui, mas não foi nem 20% do que quero, por isso vim mostrar um pouco do que estou planejando pra depois ir mostrando a medida que for fazendo. Vamos lá?

 

arara

ARARA SUSPENSA

Já até fiz um post falando de araras aqui, mas dessa vez tô bem pertinho de concretizar isso: já tenho a furadeira, a madeira, o cordão e os ganchos, só falta a escada (e esse é o grande problema). A parte do teto escolhida para colocar a arara, é a mais alta do quarto (o teto do meu quarto é inclinado, minha casa é tipo aquelas que a gente desenha), então preciso pedir um vizinho uma escada emprestada e ainda não rolou. Mas essa foi a solução mais barata que achei – e também a mais legal, na minha opinião. Eu tenho um guarda roupa, mas simplesmente não gosto de um negócio de madeira escura enorme no meu quarto.

 

cama

CAMA MAIOR

Não sei se já comentei por aqui, mas moro metade do mês com a minha mãe e a outra metade com meu namorado, já que minha mãe viaja bastante. Acontece que quando ele dorme aqui, a gente pega o colchão da minha mãe e coloca na sala, porque gostamos de ver TV antes de dormir. Mas sejamos sinceros, é bem incômodo isso de ficar carregando colchão pra lá e pra cá, por isso quero uma cama maior no meu quarto (e vou ter que comprar uma TV também, mas isso fica pra depois).

 

espelho

ESPELHO GRANDE

Hoje em dia, o único espelho da minha casa é o do banheiro, ou seja, nunca sei exatamente como as roupas que visto estão em mim porque fui esperta o bastante pra conseguir quebrar todos os outros que tinham aqui (um total de 28 anos de azar). Quero muito um espelho bem grandão encostado na parede, ou preso mesmo, já que né?! Não quero quebrar mais um!

 

comoda

CÔMODA PRETA

Eu tenho uma cômoda que amo muito: ela é do tamanho perfeito, da altura perfeita, tem o número certo de gavetas… Mas está caindo aos pedaços! A coitada é mais velha que eu, e quando ganhei ela já era usada, mas não quero me desfazer. Quero muito pedir meu sogro (que é marceneiro) pra fazer uma reforma nela pra que eu não precise abrir mão e também pintá-la de preto, pra poder ficar na vibe que eu planejo pro quarto. Saudade da moldura linda de espelho que veio com ela, mas adivinha? Claro que quebrei.

room office

 

HOME OFFICE

Finalmente meu escritório está muito perto de sair do papel e virar realidade, mas mesmo assim quero ter um cantinho o meu quarto – pra poder cuidar do blog, estudar… Enfim! Como vou acabar gastando bastante em outras partes que não tenho outra opção (como a cama e o espelho), planejo fazer uma mesinha de pallets com a ajuda do barbudo, e se der tudo certinho eu mostro por aqui.

 

Enfim gente, por enquanto é isso! Espero muito conseguir fazer tudo esse ano, embora tenha recebido umas notícias ontem que me desanimaram muito. A medida que eu for mudando as coisas aqui em casa, vou mostrando o resultado aqui no blog e depois posso até fazer um vídeo mostrando como ficou! O que vocês acham?

 

Beijos!

O Segredo de Emma Corrigan

Categoria Livros , 09/mar/2016 , TAGS:

Que saudade eu estava de ler Sophie Kinsella! Comentei no Book Club que estava sem cabeça pra ler e ia tentar voltar com livros mais leves: deu super certo. Fiquei vidrada nesse e acabei em menos de 3 dias: é incrível.

 

emma

Emma, uma inglesa perto dos 30 anos, mas longe de uma definição na vida. Na memória ela guarda situações ultraconfidenciais: como perdeu a virgindade enquanto os pais assistiam Ben-Hur na sala de TV, o que pensa sobre o namorado, as peças que prega nos colegas de escritório, seu peso real.

Funcionária Júnior da Panther Corporation, uma empresa de produtos energéticos e esportivos com filiais por toda Grã-Bretanha, Emma vai a Glascow participar da reunião de marketing sobre um novo refrigerante, a Panther Cola. O que parecia uma grande oportunidade profissional se transforma num pesadelo. Como se não bastasse ter derramado a bebida num superior, seu vôo de volta para casa quase cai. Em momentos de tensão as pessoas fazem as coisas mais estranhas. E Emma Corrigan não é exceção. Acreditando estar a um passo de uma morte trágica, ela conta todos os seus pequenos pecados para o passageiro ao lado. Afinal, qual a probabilidade de vê-lo de novo? Ainda mais com vida?

Mas o destino decide brincar com a protagonista: o avião pousa em segurança e o distinto cavalheiro nada mais é que o fundador e presidente da empresa onde trabalha. E além dos segredos pessoais, Emma abriu o verbo sobre todos os colegas da Panther e suas estratégias para enrolar no serviço. Para recuperar o respeito profissional – e voltar às boas com o pessoal do escritório – Emma se mete nas situações mais inusitadas, quase novelísticas. Mas com as quais todas as mulheres acabam se identificando.

 

Kinsella não me decepciona nunca, e não foi dessa vez. Emma é uma mulher como qualquer outra – uma mulher normal – mas talvez um pouco viciada em mentiras. Tudo muda quando ela conta todos os seus segredos pro cara que está ao seu lado num avião e esse cara acaba sendo seu chefe.

 

Eu me vi muito em Emma. Uma mulher insegura, que não sabe o direito o que quer da vida, mas sabe que quer algo melhor do que tem. A personagem principal é super divertida e me fez rir em várias partes, graças a suas trapalhadas.

 

É claro que como todo chick lit, é um pouco previsível, mas não deixa de ser ótimo por isso. O romance que se desenvolve ao longo da trama tem uma pequena reviravolta, e faz com que você fique sem saber o que vai rolar, mas no fim da tudo certo.

 

Uma das coisas que mais gostei foi que Emma trabalha com marketing e acaba fazendo um trabalho super interessante, mas que infelizmente não foi tão explorado como eu gostaria. Mas ainda assim, o livro é ótimo.

 

Recomendo a leitura porque com Sophie não tem erro gente, é sempre incrível! Super divertido e leve, perfeito pra um fim de semana de tédio. Se você já leu ou quer ler, me conta nos comentários!

 

Título original: Can you keep a secret?
Autor: Sophie Kinsella
Páginas: 384
Gênero: Chick Lit
Ano: 2005
Editora: Record
Nota: 4/5

8 e 9/52: Loosing My Religion

Categoria Sem categoria , 05/mar/2016 ,

Hoje eu vim explicar que é tudo por amor. E não, eu não tenho criatividade para títulos, essa música só estava na minha cabeça o dia todos.

 

amor

 

Pois é, acabei abandonando o o blog essa semana, mas foi por uma boa causa: trabalho. Tenho trabalhado muito e espero que continue assim, mas não é fácil manter a rotina de trabalhar três turnos e faculdade, e ainda ter tempo pra cuidar do blog. Cuidar de mim? Nem sei o que é isso!

 

Semana passada fiz essas fotos do Pedro no sábado de manhã, num dia bem bonito de sol (não vamos considerar o fato de que eu tinha dormido por duas horas e estava de ressaca), e hoje mais tarde vou fazer as fotos da festinha de 1 ano dele.

 

amor

 

Ainda estou me acostumando a trabalhar no fim de semana, quando já trabalhei a semana toda, mas sei que vai dar tudo certo! Quando a gente faz o que ama, quando é com o coração, sempre dá.

 

É por isso que eu deixo de lado o cansaço, a noite mal dormida, a vontade de ficar em casa vendo série ou lendo e show gostoso no meu bar preferido, pra passar a manhã, a tarde ou a noite com a câmera pendurada no pescoço. Eu amo muito o que eu faço!

 

Se não amasse, não daria pra passar tantas horas na frente do computador apanhando do Illustrator ou brigando com o Photoshop, muito menos atravessando a cidade a pé num sol do caramba pra uma reunião que nem era tão importante assim. Eu faço com amor e por isso não me sinto culpada por acabar deixando o blog em segundo plano.

 

Na verdade planos pra cá eu tenho muitos, posts e vídeos estão todos anotados na minha agenda e assim que eu tiver um fim de semana tranquilo, vão se concretizar por aqui. Esse ano vai ser corrido assim mesmo, mas se tudo for conforme meus planos, vai ser incrível.

 

Beijo e bom fim de semana pra você!